Você já se sentiu paralisada diante do MEDO?

Sentir medo é normal, o que não é saudável é quando ele te paralisa e te impede de realizar seus sonhos, objetivos e metas.

Já reparou que grande parte dos nossos medos são imaginários? Que na maioria das vezes só existem na nossa mente. E em grande parte não são reais.

Nossa mente é formada por imagens e você começa a criar essas imagens, se imaginando na situação, e quando se dá conta, já se visualiza "Falando em público sendo vaiada" ou "Vendendo a sua ideia ou produto para alguém sendo rejeitada" ou ainda "Abrindo a sua empresa e não dando certo."

A sua mente cria essas imagens negativas e o MEDO surge, invade e te paralisa.

Isso também já aconteceu e acontece com a gente, por isso, vamos compartilhar as 5 fases do medo e os 5 comandos neurais que utilizamos em cada fase, para que você possa neutralizar e começar a ter novos pensamentos que te fortaleçam na sua jornada empreendedora.

🚫Fase 1 - Ficar pensando no medo. Já imagina o pior cenário, enviando uma mensagem negativa para o seu cérebro.

💡Novo pensamento: " Minha mente cria a realidade que eu quero agora".

🚫Fase 2 - Sentimento de incapacidade.

💡Novo pensamento: "Eu sou capaz".

🚫Fase 3 - Sentimento de vulnerabilidade. 💡Novo pensamento: " A força está em mim, minha mente encontra soluções".

🚫Fase 4 - Começa a reagir e a lutar contra tudo o que acontece se vitimizando.

💡Novo pensamento: "Eu comando minha mente na direção que eu quero e tomo as ações corretas."

🚫Fase 5 - Fugir das situações e começa a dizer para si mesma " Eu não vou conseguir", "Eu não vou dar conta".

💡Novo pensamento: " Eu posso, minha mente é minha força e com coragem eu vou."

Você começará a perceber que ao repetir o novo pensamento várias vezes, se visualizando no novo cenário desejado, você criará novas conexões neurais que te proporcionarão novas atitudes e resultados imediatos na sua vida.

O que você faria hoje se não tivesse medo e soubesse que tudo daria certo?

Posted in _

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *